20 julho, 2010

Mais um dia

O autor deste blog faz anos amanha, por isso aproveito para lhe dar os parabéns. Nestes dias costumam desejar-se grandes felicidades e que se consiga tudo aquilo que se quer.
Parabéns Jovem, by M.

Pois bem, estes dias trazem-me sempre um misto de emoções, por um lado fico feliz por completar mais um ano, mas por outro estes dias tornam-se tão iguais que é mais um dia no meio de tantos outros.
O dia de amanha vai ser diferente dos últimos anos, este é o primeiro em que estou a trabalhar como designer, portanto não posso cumprir o ritual dos últimos anos, nestes prezei por tirar os dias só para fazer coisas que me dessem prazer, nos últimos anos, mesmo que tivesse algo para fazer deixava sempre para o dia seguinte, desta vez eu não me posso dar ao luxo de fazer o mesmo, tenho imenso trabalho e o dia de amanha vai ser útil para realizar algum dele.
Agora um pequeno resumo do meu último ano. Na saúde, não foi mau, aliás não tenho razão de queixa assim que me lembre acho que não tive mesmo doença nenhuma tirando umas constipações, hummm, agora que me lembro, tirando uma amigdalite e uma gastroenterite não foi nada de muito grave. No dinheiro, também não posso reclamar, as coisas vão se orientado, como é óbvio não me posso dar ao luxo de ter tudo aquilo que quero, mas lá vou hierarquizando as minhas necessidades. Na família, tive um ultimo meio ano fantástico, como tenho escrito aqui neste espaço, percebi o quanto as pessoas que gostam de mim se preocupam comigo e o que fazem por mim, posso dizer que foi um dos pontos bons deste ano. Bem, agora bem o tópico mais complicado mas no qual eu nem vou falar muito, porque para alem de não ser assim tão agradável, já estou cansado de escrever sobre este tema neste blog, do ponto de vista emocional, foi um ano em que provei um pouco de todas emoções, desde alegrias, tristezas, lutos, amor, paixão, divertimento, exaustão, enfim um pouco de tudo.
Para finalizar, tenho a dizer que a nível de carácter este ano eu tornei-me uma pessoa pior, não que agora seja alguém sem escrúpulos, mas houve aspectos em mim que sei que estão piores, mas que posso eu fazer, sinto-me bem com isso, já os outros não podem dizer o mesmo.
Bem, não vou pedir um ano como este, nem parecido, porque este não foi dos mais vividos que tive, no entanto espero para o ano estar a escrever sobre novas aventuras.
Já agora muitos parabéns para mim!
Adenda1: Não precisam dar os parabéns eu sei que vocês se lembram de mim.
Adenda2: Amanha não me quero recordar das desilusões que tive este ano.

2 comentários: