31 janeiro, 2011

O sol do meu fim de semana

Este fim de semana tinha como palavra de ordem, descansar, e foi mesmo isso que fiz, ou melhor, não fiz precisamente nada. Mas principalmente sábado foi um dia diferente, foi um dia de descanso pleno.3
Como muitos sabem, a minha cidade neste momento é Bragança, e para os mais atentos aos noticiários, esta cidade tem sido uma das mais frias do país, o que torna o sair da cama numa tarefa extremamente dura, devo referir que na semana passada levantei-me com cinco graus negativos.
Visto que era fim de semana e que ainda tenho a sorte de poder deslocar-me para o litoral para casa dos meus pais, foi lá que passei estes dias.
É sempre bom voltar a casa, passar algum tempo com as pessoas de quem gosto, mas este fim de semana apercebi-me de uma nova realidade. É bom voltar ao tempo quente (relativamente), pois é, depois de duas semanas completamente geladas por terras do interior, eis que sábado de manha, bem quase á tarde, levantei-me e foi até a varanda, primeiramente apenas para me aperceber de que tempo estava, mas acabei por me refugiar por lá durante alguns minutos. Estava um lindo dia de sol, estava uma temperatura que há muito não conhecia. Foram sem duvida uns dos melhores dez minutos do meu fim de semana.
Problema mesmo foi voltar á terra fria e acordar de novo hoje de manha com temperaturas perto do zero e pensar naquele solzinho que me alegrou a alma durante todo o fim de semana. Aguardo agora momentos iguais ao de sábado numa varanda mais perto de mim.

6 comentários:

  1. As saídas da multidão de uma cidade para o a tranquilidade dos interiores... é relaxante.

    ResponderEliminar
  2. Para mim nem sei qual é o melhor, se do interior para o litoral ou vice-versa.
    Mas é sempre bom mudar de ares

    ResponderEliminar
  3. um dia de sol é bom para aquecer a alma

    ResponderEliminar
  4. É preciso ter coragem e força de vontade para sair da cama com cinco graus negativos. O que vale é que a Primavera está quase, quase, quase a chegar!
    Conheço muito mal Bragança. Passei por aí dois dias e nunca mais tive oportunidade de voltar. Mais do que a cidade, fiquei com vontade de conhecer o que está à volta.

    ResponderEliminar
  5. Bragança é agora a minha casa, mas antes disso não a conhecia, mudei-me para cá por necessidade e por cá me vou ficando, foi sem duvida umas das melhores coisas que me aconteceu, mesmo com o frio que muitas vezes é mais do que exagerado, é uma cidade que me ofereceu muito. Além disso, no verão temos o calor, que não tarda está a chegar... Estás sempre convidada para voltar e conhecer a cidade...

    ResponderEliminar